Dossiê da Babosa

dossie da babosa

Babosa é o nome popular dado a uma planta africana pertencente à família das Liliáceas e do gênero Aloe, à qual pertencem mais de 300 espécies, muitas delas utilizadas em vários países, inclusive no Brasil, para fins medicinais e na cosmética. Dentre as espécies existentes, as mais conhecidas são: Aloe socotrina, Aloe arborescens, Aloe chinensis, Aloe ferox e Aloe vera, sendo essa última, a mais estudada pelas indústrias alimentícia, farmacêutica, cosmética e fitoterápica. Ela também é conhecida como Aloe barbadenses, por crescer, espontânea e abundantemente, na ilha de Barbados.
O interior de suas folhas é constituído de um tecido parenquimático rico em polissacarídeos (mucilagem), que lhe confere uma consistência viscosa (baba), de onde surgiu o nome de babosa. Nessa mucilagem ou gel encontram-se seus princípios ativos, que são constituídos de tecidos orgânicos, enzimas, vitaminas, sais minerais e aminoácidos, dentre os quais 18 são importantíssimos para o homem, e desses, sete pertencem aos oito não sintetizados pelo nosso organismo.
Além desses componentes, a babosa possui um polissacarídeo chamado acemannan, que, comprovadamente, é um extraordinário imunoestimulante, já comprovado nos Estados Unidos pela FDA (Food and Drug Administracion). Na sua casca, encontra-se a seiva que é rica em aloína, alantoína e antraquinonas, que são excelentes cicatrizantes, porém, seu uso interno tem efeito catártico e para algumas pessoas pode afetar os rins, motivo pelo qual a casca da babosa ou sua seiva não devem ser usadas internamente (CREA, 1995).
O uso terapêutico da babosa, data de milhares de anos, desde os povos antigos, como gregos, judeus, egípcios, árabes, africanos, europeus e, mais recentemente povos do continente americano (HEDENDAL, 2001). A literatura é vasta e com afirmações contundentes sobre o poder curativo da babosa e suas aplicações na cosmética, daí o porquê, de sua importância econômica, pois suas propriedades vão ao encontro de dois fatores fundamentais do ser humano, e sua qualidade de vida; a saúde e a estética (vaidade).
Se por um lado os brasileiros não estão familiarizados com o uso da babosa, além das tradicionais receitas caseiras para uso capilar; por outro, os europeus, os japoneses, os russos, os mexicanos e americanos, além de outros povos, usam a babosa corriqueiramente, inclusive como saladas, no Japão e no México. Nesses mesmos países, vários cientistas têm dedicado seu tempo na busca de descobertas ou confirmações dos poderes de cura da babosa para muitas enfermidades, principalmente aquelas de origem degenerativa, como é o caso do câncer, psoríase, leucemia, lúpus etc… (STEVENS, 1999).

1) Ação Anestésica: A Aloe Vera reduz a dor ao ser aplicada no lugar do ferimento devido a sua grande capacidade de penetração, ocasionada pela presença de LIGNINA, vantagem que não é encontrada na maioria dos outros produtos.

2) Ação Anti-inflamatória: A Aloe Vera tem uma ação similar à dos esteróides como a cortisona, porém sem os efeitos nocivos que esta provoca. Por esta razão, pode utilizar-se em todos os transtornos inflamatórios, como a bursite, artrite ou picadas de inseto.

3) Ação Coagulante: Como a Aloe Vera contém alto conteúdo de cálcio e potássio, ela provoca a formação de uma rede de fibras que retém os eritrócitos do sangue, ajudando assim a coagulação e a cicatrização necessária. O cálcio é um elemento muito importante para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a ação muscular, sendo um grande catalisador em todo o processo de cicatrização.

4) Ação Queratolítica: Esta ação permite que a pele danificada ou ferida se desprenda, havendo uma renovação de tecidos com células novas. Permite que exista também um maior fluxo sanguíneo através de veias e artérias, livrando-as de pequenos coágulos.

5) Ação Antibiótica: Comprovou-se que a Aloe Vera inibe a ação destruidora de muitas bactérias, como a Salmonella e os Staphylococcus que produzem o pus, etc. É um produto excelente para a eliminação bacteriana, bem como para a sua prevenção.

6) Ação Desintoxicante: Desintoxicação = eliminação + regeneração + assimilação Devido ao potássio que a Aloe Vera contém, ela melhora e estimula o fígado e os rins, que são os principais órgãos de desintoxicação. A Aloe contém ácido urônico, o qual elimina as toxinas ao nível celular.

7) Ação Nutritiva: A Aloe Vera contém 18 dos 23 aminoácidos (componentes das proteínas) que o organismo necessita para formação de células e tecidos. Além disso, contém enzimas necessárias aos processamento dos carboidratos, das gorduras e das proteínas no estômago e no intestino.

8) Ação Digestiva: A Aloe Vera contém uma grande quantidade de enzimas. Algumas enzimas podem ser produzidas pelo organismo (ex.: pelo pâncreas), porém outras não o são, havendo portanto a necessidade de serem adquiridas externamente. Durante o processo digestivo, as enzimas transformam as proteínas, convertendo-as em aminoácidos; os carboidratos em açúcares (glicose) e as gorduras em ácidos graxos. E desta forma esses elementos transformados são absorvidos pelo intestino e levados à corrente circulatória.

9) Ação Energizante: A Aloe Vera ajuda no bom funcionamento do metabolismo celular, isto é, ajuda na produção da energia que o corpo necessita. Além disso, devido a seu conteúdo de vitamina C, ela produz uma ação que melhora e estimula a circulação e o bom funcionamento do aparelho cardiovascular. A vitamina C não é produzida pelo organismo, por isso temos de buscá-la externamente. Esta vitamina é muito importante para o fortalecimento do sistema imunológico, do aparelho circulatório, do aparelho digestivo, intervindo na prevenção da maioria das enfermidades.

10) Ação Reidratante da Pele: A Aloe Vera penetra profundamente na pele e restitui os líquidos perdidos, além de restaurar os tecidos danificados de dentro para fora, como acontece no caso das queimaduras, tanto as ocasionadas por fogo, por radiação ou pelo sol.

11) Ação Transportadora: A Aloe Vera é um veículo perfeito para transportar profundamente para dentro da pele outras substâncias ou elementos aos quais está combinada. Esta é a razão pela qual existem milhares de produtos cosméticos e medicinais misturados com Aloe.

12) Ação Regeneradora Celular: A Aloe Vera possui o hormônio que acelera o crescimento de novas células e além disso elimina as células velhas. Graças a presença de cálcio na Aloe Vera, as células podem manter seu equilíbrio interno e externo, proporcionando assim melhor saúde celular a todos os tecidos do corpo, porque o cálcio regula a passagem dos líquidos nestas células.

1) É um limpador natural devido à presença de saponinas.
2) Penetra no tecido devido ao seu conteúdo de lignina.
3) Anestesia o tecido na área sobre a qual é aplicado, aliviando a dor profundamente abaixo da superfície, incluindo dores associadas a juntas e músculos inflamados.
4) É bactericida quando em alta concentração por várias horas em contato direto com a bactéria, enquanto os antibióticos matam bactérias quando altamente diluídos.
5) Pode reduzir sangramentos.
6) É viricida e fungicida quando em contato direto com uma alta concentração e por um Iongo período de tempo.
7) É anti-pirético – reduzindo o calor da febre causada por úlcera.
8) É anti-inflamatório. Atua como um esteróide mas sem efeitos colaterais.
9) Acaba com coceiras e ardência.
10) É umedecedor natural levando a umidade a todas as camadas da pele.
11) Estimula a divisão celular.
12) As enzimas proteolíticas quebram os tecidos mortos, limpando a ferida.
13) Ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo na pele através da dilatação dos capilares.
14) Proporciona saúde à pele e ao corpo, fornecendo uma ampla variedade de vitaminas, minerais, açúcares, enzimas e aminoácidos, essenciais e secundários.
15) Segurança – cada uma das propriedades acima pode ser alcançada com um ou mais tipos de droga. Normalmente elas são caras e têm inúmeros efeitos colaterais.
16) O Aloe Vera em alta concentração pode produzir esses efeitos, porém sem efeitos colaterais.

As VITAMINAS e seus campos de atuação mais importantes:

A (Beta Caroteno) Visão, pele, ossos e contra a anemia.
B1 (Tiamina) Crescimento dos tecidos e energia.
B2 (Riboflavina) Associada a vitamina B6 participa da produção das células sangüíneas.
B3 (Niacina) Participa da regulamentação do metabolismo.
B6 (Piridoxina) Associada a vitamina B12 participa da produção das células sangüíneas.
B12 (Cianocobalamina) Contra a anemia e problemas neuro-patológicos.
C (Ácido Ascórbico) Combate as infecções estimulando o sistema imunológico.
E (Tocoferol) Juntamente com a vitamina C combate infecções.
Ácido Fólico (do Complexo B) Auxilia a formação do sangue.
Os MINERAIS e seus campos de atuação mais importantes:

A Aloe Barbadensis contêm mais de 20 minerais essenciais à saúde.
Vamos identificar alguns:
Fosfato de Cálcio Crescimento dos dentes e dos ossos, alimento do sistema nervoso.
Potássio Regula os fluídos do sangue e dos músculos, dos batimentos cardíacos.
Ferro Absorve o oxigênio para dentro dos glóbulos sangüíneos e aumenta resistência às infecções.
Sódio Juntamente com o potássio regula os fluídos do corpo e transporta os aminoácidos e a glicose para dentro das células.
Colina Um dos compostos da lecitina, indispensáveis ao metabolismo.
Magnésio e Manganês: Preservam o sistema nervoso e os músculos.
Cobre Participa da formação do sangue.
Cromo Colabora no controle do nível de açúcar no sangue, do metabolismo, da glicose e da circulação.

Os MONO E POLI SACARÍDEOS e seus campos de atuação mais importantes: 

Os polissacarídeos de cadeias longas parecem ser os verdadeiros responsáveis pelos efeitos milagrosos gerados pela utilização da Aloe Vera. Eles são diametralmente opostos aos monosacarídeos (açúcares simples) que não podem ser destruidos pela água. São eles:
Celulose
Glicose
Manose
Aldopentose
Ácido Urônico
Lipase
Alínase
L-raminose
Aceman recentemente descoberto e tendo se tornado o maior foco da maioria das pesquisas sobre Aloe Vera, vem sendo apontado como o maior responsável pela ação “milagrosa” da Aloe como agente contra doenças auto-imunes do tipo câncer, AIDS, reumatismo, artrite, alergias.
Os AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS e seus campos de atuação mais importantes:

Os aminoácidos são os elementos que compõem as proteinas.

AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS:

São aqueles que o organismo não consegue produzir.
Fundamentais às funções cerebrais, eles também exercem uma ação direta sobre as reações emocionais.
Dentre os oito aminoácidos classificados como essenciais, sete estão presentes na Aloe Vera Barbadensis Miller.

AMINOÁCIDOS SECUNDÁRIOS:

Dentre os 14 secundários, isto é, que o organismo pode produzir a partir dos 8 essenciais, 11 estão presentes na Barbadensis Miller:
Àcido Aspártico e Glutâmico;
Alanina e Arginina;
Cistina e Glicina;
Histidina e Hidroxiprolina;
Prolina e Serina;
Tirosina.
As ENZIMAS e seus campos de atuação mais importantes:

Brandiquinase Analgésico, anti-inflamatório e estimulante do sistema imunológico.
Catalase: evita a acumulação de líquidos no corpo
Celulase: ajuda a digerir a celulose
Creatina Fosfoquinase: enzima muscular
Proteolitiase: liquidifica as proteínas no seu interior
Fosfotase, Amilase e Nucleotidase.
Outras substâncias, não menos importantes que as outras apresentadas anteriormente, são as seguintes:
Ácidos Graxos: são os ácidos instaurados indispensáveis à saúde. Dentre esses, o ácido Caprílico é utilizado no tratamento de micoses.
Lignina: penetração rápida até a terceira camada da pele.
Saponinas: são ao mesmo tempo depurativas e anti-sépticas.
Antraquinonas: analgésicas e laxativas.
Aloína: antibiótica e cartática.
Isobarbaloína: analgésica e antibiótica.
Ácido Aloético: antibiótico.
Aloe Emodina: bactericida e laxativa.
Ácido Cinâmico: germicida e fungicida.
Óleo Etéreo: tranquilizante.
Ácido Crisofânico: fungicida para a pele.
Antranol e Resistanol

fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151405715214708&set=a.10151093638609708.463017.795874707&type=1&theater em 03 fev 2013 às 10:20 hs a.m.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s